Buffon
Descrição

Os anos passam, mas a história fica...

A unificação da Itália em 1850, não conseguiu oferecer aos italianos condições dignas de sobrevivência. A miséria e a fome. A falta de oportunidade para mão de obra. Dificuldades de acesso a terras. As guerras e as transformações. A única saída que foi vista a família de Pietro Buffon era a imigração, com a esperança de uma vida melhor e mais digna.

Mas cruzar o Atlântico em direção à América não era nada fácil, um salto no escuro. Sentindo a dureza da separação da terra que lhes deu a vida, saudades do paese onde habitavam.

Cossa saràlo ‘sta Merica?

 

Uma longa viagem rumo ao desconhecido, repleta de obstáculos, mas cheia de esperança. Era assim que, há 130 anos, nossos imigrantes deixavam a Itália rumo ao Brasil em busca de uma vida melhor.

As condições de viagem eram muito difíceis. De pobreza, muitas pessoas e pouca comida. Porém tinham pessoas que sonhavam, que cantavam, o clima de esperança ajudava muito a enfrentar a viagem e as dificuldades.

Partiram do porto de Gênova, na Itália, 40 dias, até chegar ao Brasil. Para chegar ao Rio Grande do Sul, nossos antepassados italianos viajaram de navio, pela costa brasileira até chegar em Rio Grande, seguindo daí para Porto Alegre e em embarcações menores seguiam até Caí e Montenegro. A partir daí, até o destino final de carretas e alguns animais, a maior parte seguiram a pé em três longos dias, nas péssimas condições dos caminhos, até a Colônia Dona Isabel, hoje Bento Gonçalves.

Ao chegarem na colônia Dona Isabel, os imigrantes foram depositados num barracão e ficaram aguardando a distribuição em seu lote rural.

Nos primeiros tempos a sobrevivência custou-lhes muito sacrifício, que foram enfrentados com fé, muita coragem e esperança, passaram fome e frio, mas venceram. Plantaram, colheram e foram progredindo.  O seu desafio era Paz e Trabalho.

Entre todo esse cenário, estava Giaccomo Buffon, que partiu de sua terra Cison de Valmarino com 10 anos em 1888, com seus pais: Pietro Buffon e Joanna Possamai. E foi no Distrito de Faria Lemos no lote rural N° 43 que iniciou sua nova vida!

Hoje somos a 5º geração de Giaccomo Buffon, herdeiros do seu conhecimento no cultivo da videira e na elaboração do vinho, e honrados por fazer parte desta história, nós da Vinícola Buffon, produzimos vinhos e espumantes artesanais com uvas próprias de variedades históricas.